Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tolerante

por João Sousa, em 05.10.20

"Corso ia tomando notas. Exigente, despreocupado e letal como uma mamba negra, defini-lo-ia assim mais tarde um dos seus conhecidos quando o seu nome veio à baila. Tinha uma forma singular de se posicionar em relação às outras pessoas, de olhar através dos óculos torcidos e de concordar lentamente, com uma certa falta de convicção razoável e bem-intencionada, como uma rameira a ouvir, tolerante, um soneto sobre Cupido."

Arturo Pérez-Reverte, O Clube Dumas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:26


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Janita a 05.10.2020 às 20:43

Nunca li nada deste autor nem sequer de nome o conheço, mas pelo pequeno excerto que aqui nos oferece, imagino-o um autor que se lê com gosto.
A definição que do personagem foi feita, tem tanto de humor como de sarcasmo.

Realmente, para alguém que vende o corpo, ou aluga, vá, ter de ouvir declamar sonetos de amor, quiçá, em pleno labor, o revirar de olhos tanto pode entender-se por tolerância como supremo enjoo. Coitada, ela lá quer saber de Cupido...
Imagem de perfil

De João Sousa a 05.10.2020 às 22:44

É razoavelmente popular nas vendas e respeitado pela opinião. Este livro, em particular, esteve na base de um filmezinho interessante realizado pelo Roman Polanski.
Sem imagem de perfil

De Janita a 05.10.2020 às 23:02

Provavelmente o filme que refere é "Ninth Gate".
Fiquei curiosa e fiz uma leve pesquisa, no Google.
Não vi, não. Estive a ler a sinopse e agora entendi a personagem 'Corso' e esse seu jeito dúbio de ser.
Obrigada e boa noite.
Imagem de perfil

De João Sousa a 05.10.2020 às 23:23

Sim, é esse o filme. Não tem a riqueza do livro, até porque apenas utiliza metade do novelo narrativo deste, mas revejo-o ocasionalmente em DVD sem achar esse tempo desperdiçado. Há também o pormenor de, tal como o livro, fazer uma passagem por Sintra.

Boa noite.
Sem imagem de perfil

De Janita a 06.10.2020 às 11:26

Apesar da conhecida frase que nos afiança: «Uma imagem vale mais que mil palavras», nenhuma adaptação de romances, sejam quais forem os géneros literários, ao cinema, conseguem ser mais interessantes, ricos e motivadores, do que os livros.

Constatei isso com várias versões cinematográficas de outras tantas obras-primas literárias. Nomeio apenas um exemplo, entre tantos. "Amor Em Tempos de Cólera" de GGM, que li e reli, foi uma desilusão no cinema.

Bom dia!
Imagem de perfil

De João Sousa a 06.10.2020 às 23:10

Por norma, a realidade corrobora o seu primeiro parágrafo. Tem alguma razão de ser que assim seja. Um livro demora várias noites de leitura, havendo assim muito tempo e espaço para desenvolver e depurar uma ideia. Não é fácil condensar isso tudo nas duas ou três horas de que o filme dispõe.

Posto isto, há provas de que é possível. Assim de repente ocorrem-me quatro: A Oeste Nada de Novo (filme de 1930), Morte em Veneza, O Leopardo, e O Padrinho. O Padrinho, dizem alguns, conseguiu mesmo melhorar um livro original que já era muito bom.

É possível. Não é fácil. Mas também, se fosse fácil, o bom não teria o valor que tem.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Pesquisar

Pesquisar no Blog