Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tolerante

por João Sousa, em 05.10.20

"Corso ia tomando notas. Exigente, despreocupado e letal como uma mamba negra, defini-lo-ia assim mais tarde um dos seus conhecidos quando o seu nome veio à baila. Tinha uma forma singular de se posicionar em relação às outras pessoas, de olhar através dos óculos torcidos e de concordar lentamente, com uma certa falta de convicção razoável e bem-intencionada, como uma rameira a ouvir, tolerante, um soneto sobre Cupido."

Arturo Pérez-Reverte, O Clube Dumas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:26


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Janita a 05.10.2020 às 20:43

Nunca li nada deste autor nem sequer de nome o conheço, mas pelo pequeno excerto que aqui nos oferece, imagino-o um autor que se lê com gosto.
A definição que do personagem foi feita, tem tanto de humor como de sarcasmo.

Realmente, para alguém que vende o corpo, ou aluga, vá, ter de ouvir declamar sonetos de amor, quiçá, em pleno labor, o revirar de olhos tanto pode entender-se por tolerância como supremo enjoo. Coitada, ela lá quer saber de Cupido...
Imagem de perfil

De João Sousa a 05.10.2020 às 22:44

É razoavelmente popular nas vendas e respeitado pela opinião. Este livro, em particular, esteve na base de um filmezinho interessante realizado pelo Roman Polanski.
Sem imagem de perfil

De Janita a 05.10.2020 às 23:02

Provavelmente o filme que refere é "Ninth Gate".
Fiquei curiosa e fiz uma leve pesquisa, no Google.
Não vi, não. Estive a ler a sinopse e agora entendi a personagem 'Corso' e esse seu jeito dúbio de ser.
Obrigada e boa noite.
Imagem de perfil

De João Sousa a 05.10.2020 às 23:23

Sim, é esse o filme. Não tem a riqueza do livro, até porque apenas utiliza metade do novelo narrativo deste, mas revejo-o ocasionalmente em DVD sem achar esse tempo desperdiçado. Há também o pormenor de, tal como o livro, fazer uma passagem por Sintra.

Boa noite.
Sem imagem de perfil

De Janita a 06.10.2020 às 11:26

Apesar da conhecida frase que nos afiança: «Uma imagem vale mais que mil palavras», nenhuma adaptação de romances, sejam quais forem os géneros literários, ao cinema, conseguem ser mais interessantes, ricos e motivadores, do que os livros.

Constatei isso com várias versões cinematográficas de outras tantas obras-primas literárias. Nomeio apenas um exemplo, entre tantos. "Amor Em Tempos de Cólera" de GGM, que li e reli, foi uma desilusão no cinema.

Bom dia!
Imagem de perfil

De João Sousa a 06.10.2020 às 23:10

Por norma, a realidade corrobora o seu primeiro parágrafo. Tem alguma razão de ser que assim seja. Um livro demora várias noites de leitura, havendo assim muito tempo e espaço para desenvolver e depurar uma ideia. Não é fácil condensar isso tudo nas duas ou três horas de que o filme dispõe.

Posto isto, há provas de que é possível. Assim de repente ocorrem-me quatro: A Oeste Nada de Novo (filme de 1930), Morte em Veneza, O Leopardo, e O Padrinho. O Padrinho, dizem alguns, conseguiu mesmo melhorar um livro original que já era muito bom.

É possível. Não é fácil. Mas também, se fosse fácil, o bom não teria o valor que tem.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Pesquisar

Pesquisar no Blog