Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Jean-Paul Belmondo (1933-2021)

por João Sousa, em 08.09.21

jean-paul-belmondo.jpg

Abafada pelo burburinho noticioso, passou-me despercebida a morte, na segunda-feira, de Jean-Paul Belmondo, um ícone cool francês. Foi pugilista amador; quis ser palhaço; viveu com Ursula Andress (que nunca o esqueceu); foi um dos rostos da Nouvelle Vague; representou para vários dos grandes realizadores do cinema europeu; e mostrou-se tão confortável nos palcos de teatro como aos saltos e piruetas num carro.

Viveu uma vida bem vivida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 00:32


5 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Nogueira a 08.09.2021 às 13:34

Um dos últimos da velha guarda.
Devia ter aí uns 15 anos quando vi “Le Professionel”, mas vi tantos filmes com ele que lhes perdi a conta. Aquelas perseguições com os 'cascadeurs' sempre a destruir lata eram um 'must'.
Imagem de perfil

De João Sousa a 09.09.2021 às 14:58

Há dias, a propósito do trailer do seu último filme, lembrei-me de que o Clint Eastwood já tem mais de noventa anos. E o Jean-Michel Jarre (só para dizer um outro nome das várias "velhas guardas") já tem 73! Estes números assustam - pois o que é que também dirão sobre mim?

A "escola francesa" de duplos não tem nada a temer na comparação com a de Hollywood. No que diz respeito às cenas com automóveis, eu penso que talvez seja superior. Há uma "estética" europeia distinguível da americana: a perseguição do primeiro Bourne, ou as várias de Ronin, são indiscutivelmente francesas (os franceses adoram escadas e peões a fugirem de aflição). E mesmo em filmes quase esquecidos, como o Le Casse, temos preciosidades como esta (deve ter sido das poucas em que Belmondo não participou - incompatibilidades de agenda).
Imagem de perfil

De Pedro Nogueira a 09.09.2021 às 16:06

Como se costuma dizer, "ninguém vai para novo", o que é uma grande chatice, diga-se de passagem.
Quanto à "escola francesa" de duplos é como diz sem tirar nem pôr. Bourne e Ronin são, curiosamente, também para mim os dois melhores exemplos disso mesmo.
Grande perseguição, essa do "Le Casse". Penso que nunca vi esse filme.
Sem imagem de perfil

De lis a 17.09.2021 às 20:47

Grande Belmondo .Muito muito bom !

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Pesquisar

Pesquisar no Blog