Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Confessions of a Mini Addict

por João Sousa, em 26.08.20

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 09:29


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Janita a 26.08.2020 às 19:58

Veja lá se, no tempo em que passava este anúncio na TV, ainda era muito jovem, não tinha nascido, ou, adolescente, sonhava com um carrito destes para passear com a namorada...

https://www.youtube.com/watch?v=Tr1ePFm2RrQ

Boa noite.

Imagem de perfil

De João Sousa a 28.08.2020 às 10:48

Já me aconteceu começar a trocar "cromos" da infância com conhecidos. Há muitos que se lembram do "gasolina mal precisam, oficina nem falar" e alguns até respondem com "que diabo de negócio eu havia de arranjar": forma-se logo ali uma espécie de irmandade entre nós. Referências comuns de cultura pop são um poderoso ingrediente para a criação de "laços tribais".

Por outro lado, há um outro anúncio de parece ter desaparecido da memória colectiva: "não, estava a go-gozar co-com ele".
Sem imagem de perfil

De Janita a 28.08.2020 às 13:50

Esse não sei qual é.
Agora o anúncio inesquecível de miúdos e graúdos, é o da miúda do gás.

https://www.youtube.com/watch?v=q8t8cZh2mX4

Quem não? Duplamente inesquecível. Pela miúda e pelo tema musical...
Imagem de perfil

De João Sousa a 29.08.2020 às 17:07

O anúncio do "gozar" era do Trinaranjus de limão. Nunca o consegui encontrar no Youtube.

Ah, a rapariga do gás. Um colega meu passou, sem exagero, duas semanas a azucrinar-me a paciência: "O quê, ainda não viste a miúda do gás? Tens que ver a miúda do gás. Como é que ainda não viste a miúda do gás?" Eu raramente via televisão em directo, era por isso, gravava o que queria ver para passar por cima da publicidade.
Sem imagem de perfil

De Janita a 31.08.2020 às 01:36

Mau!!! Afinal, agora viu ou não viu a miúda do gás?

Está difícil admitir...
Imagem de perfil

De João Sousa a 31.08.2020 às 11:20

:) Ah sim, ao fim das duas semanas de assédio do meu colega pude dizer-lhe que, finalmente, tinha visto a tal rapariga do gás e que, sim senhor, conseguia compreender o porquê de comoção tão generalizada.

Penso até que vi primeiro a publicidade numa revista. Li algures que a Galp gastou mais dinheiro na promoção da nova garrafa do que no seu desenvolvimento.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Pesquisar

Pesquisar no Blog